Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gaia Ciência

Gaia Ciência

Há pessoas mais vulneráveis a constipações do que outras?

É um facto que, à medida que envelhecem, as pessoas têm tendência para se constipar menos. A principal razão é que a idade parece conferir um certo grau de imunidade ao vírus da constipação, mas também é possível que outra razão seja o facto de as pessoas mais velhas lavarem as mãos com maior frequência e serem mais cautelosas em relação àquilo em que tocam.

 

Constipação

 

Uma criança saudável sofre em média 6 a 12 constipações e outras afecções respiratórias durante o seu primeiro ano de vida. A frequência vai diminuindo até que, entre os 12 e os 20 anos, o jovem não se constipará mais que duas ou três vezes por ano. Essa frequência mantém-se ou declina até que a pessoa tenha um filho. Nessa altura, o contato com a criança, que em geral se constipa repetidamente, pode sobrelevar as defesas imunológicas do pai ou da mãe. Esta, em particular, tem tendência para sofrer constipações ao mesmo tempo que os filhos pequenos.

 

Alguns estudos acerca da susceptibilidade às constipações levam a crer que os fatores económicos contribuem também para a frequência com que uma pessoa se constipa. As famílias de rendimentos inferiores contraem aproximadamente mais um terço do número de constipações das famílias abastadas, possivelmente porque a sua alimentação é menos rica e as condições habitacionais mais deficientes.

 

Há também indicações de que o stress pode precipitar a constipação, tal como acontece com outras doenças. Embora as razões não estejam ainda bem definidas, a teoria é que as pessoas reagem muitas vezes ao stress fumando ou bebendo em excesso ou esforçando-se em demasia, o que poderá afetar as defesas do organismo.