Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gaia Ciência

Gaia Ciência

Quem foi Olaudah Equiano e porque a Google dedica um Doodle

Olaudah Equiano que também conhecido como Gustavus Vassa foi um escravo ibo capturado com apenas 11 anos por traficantes de escravos na Nigéria.

Foi um proeminente africano em Londres, um escravo libertado que apoiava o movimento britânico para acabar com o comércio de escravos. Ele disse ter nascido numa povoação que denominava como Essaka.

Um capitão da Marina Real foi o seu primeiro dono e quem lle deu o nome de Gustavus Vassa em honra ao rei sueco com o mesmo nome. Equiano conseguiu comprar a sua liberdade ajudado pelo capitão James Doran que lhe deu acessoria para o fazer e conquistar a liberdade e uma nova vida.

Olaudah Equiano

 

 

A sua autobiografia, publicada em 1789, ajudou à criação do Ato contra o Comércio de Escravos de 1807, que acabou com o comércio de escravos africanos para a Grã-Bretanha e suas colónias.

 

Em Londres, Equiano fazia parte dos Filhos de África, um grupo abolicionista formado por africanos proeminentes que viviam na Grã-Bretanha, e atuava entre os líderes do movimento de comércio anti-escravos na década de 1780.

 

Ele publicou sua autobiografia, A Interessante História de Vida de Olaudah Equiano (1789), que retratava os horrores da escravidão. A sua obra teve nove edições e foi importantíssima para a abolição da escravatura no Império Britânico.

Esse livro autobiográfico de Equiano serviu para que muita gente tivesse as primeiras notícias sobre o sufrimento dos escravos e poderem conscientemente sentir a vontade de apoiar a causa abolicionista. As críticas boas que recebeu faiam referência não só à dureza dos conteúdos, como também à qualidade da escrita, o estilo literário e a habilidade nas descrições feitas.

Olaudah Equiano livro

 

 

A fama que Olaudah Equiano obteve pelo seu livro serviu-lhe para poder pedir ao rei de Inglaterra o fim da escravatura, e ao mesmo tempo ajudou a desmitificar muitos dos mitos e prejurias sobre os povos africanos.

 

As receitas das vendas do livro permitiram que Olaudah vivesse de maneira desafogada e dedicar mais tempo a fazer campanha contra a escravatura, que era a grande causa dos seus irmão africanos. Chegou também a ser o líder da comunidade negra pobre de Londres, descendentes de escravos que lutavam por sobreviver económicamente.

 

Mesmo depois de se tornar um homem livre, Olaudah teve uma vida muito complicada, tinha sérias tendências suicidas, mas veio a tornar-se um cristão protestante e a encontrar a paz. Depois de se estabelecer em Londres, Equiano casou-se com uma inglesa chamada Susannah Cullen, em 1792, e juntos tiveram duas filhas. Ele morreu em 1797 na capital inglesa. Contudo ainda hoje o local exato da sua sepultura não é conhecido.

 

O falecimento de Olaudah Equiano foi noticia em jornais da Grã-Bretanha, assim como em alguns norte-americanos. As placas que comemoram a sua vida foram colocadas em edifícios onde ele morava em Londres. Desde o final do século XX, quando sua autobiografia foi publicada, ele tem sido cada vez mais estudado por uma série de estudiosos, incluindo muitos da sua provável pátria, a Nigéria.

aniversário Olaudah Equiano

 

 

Google não quis deixar passar esta data sem lhe didicar um doodle O dia 16 de outubro, que assinala o 272º aniversário do nascimento de Olaudah Equiano fica também marcado com um doodle comemorativo em homenagem a Equiano devido às suas corajosas ações em vida pela abolição da escravatura.