Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gaia Ciência

Gaia Ciência

Em Titã chove metano e etano

Depois do planeta Terra, Titã, a maior lua de Saturno e a segunda maior do Sistema Solar (Ganímedes de Júpiter é a maior), é sem dúvida alguma o corpo celeste mais interessante do reino solar. Em Titã a temperatura normal é de uns gélidos 180 graus Celsius negativos! A lua tem uma atmosfera densa, tem montanhas de gelo e mares e lagos de metano e etano.

 

Superfície de Titã

 

Em Titã chove como na Terra, existe um clima como no nosso planeta, mas a chuva lá é composta de metano e etano, substâncias que aqui na Terra são gases mas em Titã são líquidos devido às temperaturas inacreditavelmente frias. A chuva no longínquo astro cai das nuvens mais devagar, como se fosse neve, dado que cada gota de metano e etano tem o dobro do tamanho das gotas de água que caiem dos céus aqui na Terra, e também por causa da atmosfera densa que oferece muito atrito.

 

Chuva em Titã

 

Titã é um astro que realmente supera a própria ficção científica! Uma jóia do sistema saturniano, que orbita o planeta dos majestosos anéis. Quem sabe quantos mais mistérios esconde esta maravilhosa lua? Talvez nos mares de Titã exista vida marinha, completamente diferente da vida marinha da Terra, simplesmente existindo sem que nós saibamos que ela existe. Só a futura exploração de Titã nos poderá dar uma resposta definitiva.